RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA :

PERCEPÇÕES DE FUNCIONÁRIOS DE UMA EMPRESA RECICLADORA DE LÂMPADAS FLUORESCENTES

  • Norma Licciardi FATEC IPIRANGA
  • Patricia Patricio FATEC IPIRANGA

Resumo

Este artigo avalia as percepções de funcionários do departamento comercial de uma empresa recicladora de lâmpadas fluorescentes (que, portanto, tem a RSA em seu modelo de negócio) sobre aspectos relacionados à RSC. O objetivo geral do trabalho é responder à questão:  qual a percepção dos funcionários do departamento comercial de uma recicladora de lâmpadas sobre aspectos ligados à RSC sob os pontos de vista da gestão da imagem interna e externa da empresa? Para sua realização foi elaborado um  estudo de caso qualitativo, que avalia a percepção de funcionários de uma empresa recicladora de lâmpadas fluorescentes sobre práticas de gestão, e verifica se estas se aproximam mais da RSA ou da RSC. O instrumento de pesquisa é um questionário, cujo link na plataforma Google Forms foi distribuído a uma amostra de conveniência (40 funcionários do departamento comercial, dos quais 29 responderam). A análise qualitativa dos dados permitiu conhecer pontos fortes e de atenção da empresa, no que se refere a RSA, RSC e práticas de gestão de pessoas, conforme percepção dos colaboradores. Os resultados analisados permitiram  identificar que a empresa se aproxima mais da RSA do que da RSC, segundo funcionários do departamento comercial. Ao articular os resultados com a revisão de literatura, incluiu-se o conceito de greenwashing, que não constava do referencial teórico, mas acabou sendo identificado na interpretação dos dados. Considera-se que uma contribuição deste artigo está na diferenciação entre RSA e RSC a partir da visão de profissionais de vendas de uma empresa cujo modelo de negócio se baseia em soluções ambientalmente corretas.

Publicado
Nov 21, 2017
Como Citar
LICCIARDI, Norma; PATRICIO, Patricia. RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA :. South American Development Society Journal, [S.l.], v. 3, n. 09, p. 63, nov. 2017. ISSN 2446-5763. Disponível em: <http://www.sadsj.org/index.php/revista/article/view/98>. Acesso em: 22 set. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.24325/issn.2446-5763.v3i9p63-86.