EDUCAÇÃO FINANCEIRA: UMA ABORDAGEM CENTRADA NA MODELAGEM MATEMÁTICA

  • Ricardo Antonio de Souza Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC/SP

Resumo

Nos últimos anos, notamos um grande aumento do endividamento das famílias brasileiras, pensando em como contribuir para a melhora desse quadro, decidimos desenvolver esta pesquisa, que busca verificar se a matemática financeira, quando desenvolvida por modelagem matemática como estratégia de ensino e aprendizagem, pode contribuir para o desenvolvimento do comportamento financeiro dos alunos de um curso superior de tecnologia em logística e informática. Na presente pesquisa, temos por hipótese que, quando a matemática financeira é desenvolvida utilizando esta estratégia, existe influência positiva na compreensão dos conteúdos trabalhados e, por consequência, influencia o comportamento financeiro do sujeito. Buscando validar nossa hipótese, utilizamos os processos de modelagem, a qual aproxima o aluno da atividade científica verdadeira, ou seja, o aluno se torna um pesquisador, testando conjecturas, formulando hipóteses, provando, construindo modelos, conceitos, teorias e socializando os resultados. Segundo essa estratégia, cabe ao professor, providenciar situações favoráveis, de modo que o aluno nessa ação efetiva sobre o saber, o transforme em conhecimento nesse processo de busca científica. Pesquisas recentes nos mostram que alunos que já cursaram a disciplina de matemática financeira em um curso de graduação, normalmente não utilizam ou associam o conteúdo estudado com a sua vida financeira, assim, procuramos responder a seguinte questão de pesquisa: A utilização da modelagem matemática como estratégia de ensino e aprendizagem de Matemática Financeira, poderá contribuir para o desenvolvimento da Educação Financeira?. Bem como as seguintes questões específicas: Que indícios de letramento financeiro podem ser identificados após uma formação sobre Matemática Financeira centrada na abordagem pela modelagem? Que contribuições da modelagem matemática podem ser identificadas para a construção do letramento financeiro? Para respondê-las, montamos um questionário a ser aplicado para alunos de dois cursos de tecnologia de uma instituição pública de ensino superior, localizada no grande ABC – SP. Sendo o primeiro, tecnologia em logística e o segundo em informática. Os alunos do primeiro curso responderam o questionário após participarem de uma oficina de matemática financeira, estruturada pela modelagem matemática. Para termos um parâmentro comparativo de respostas, aplicamos o mesmo questionário para alunos do segundo curso, mas estes sem participarem da oficina de matemática financeira. Com as respostas dadas ao questionário, realizamos uma análise coesitiva com o auxílio do software CHIC, e identificamos traços de desenvolvimento de educação financeira por parte do nosso público alvo.

Publicado
out 23, 2022
Como Citar
DE SOUZA, Ricardo Antonio. EDUCAÇÃO FINANCEIRA: UMA ABORDAGEM CENTRADA NA MODELAGEM MATEMÁTICA. South American Development Society Journal, [S.l.], v. 8, n. 23, p. 272, out. 2022. ISSN 2446-5763. Disponível em: <http://www.sadsj.org/index.php/revista/article/view/518>. Acesso em: 05 dez. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.24325/issn.2446-5763.v8i23p272-315.