SUPPLY CHAIN MANAGEMENT NO PROCESSO DE FORNECIMENTO DE PEÇAS PARA REPAROS DE AUTOMÓVEIS

  • Alexandre Fulnazari de Souza
  • Marcia Terra da Silva

Resumo

A cadeia produtiva para reparo de automóveis envolve em geral uma seguradora, que arcará com os custos de reparo, a montadora do veículo que é responsável por prover as peças de reposição originais e uma oficina reparadora que realiza o conserto do veículo. Neste processo, a entrega das peças para substituição representa grande parcela do custo e do tempo de permanência do veículo em reparação na oficina, convergindo para a satisfação ou não do cliente final. A substituição de peças representa para uma seguradora 70% do montante gasto para o conserto do automóvel e tal indicador mostra a importância de se estudar este componente no processo de recuperação do bem. O processo de entrega das peças às oficinas varia de acordo com o país e sua legislação, com a seguradora e montadora do veículo. O acompanhamento da logística de entrega de peças também deve ser parte integrante da operação de uma seguradora que se utiliza do fornecimento de peças para reparação de seus veículos segurados e terceiros, uma vez que, este monitoramento pode reduzir significativamente o tempo de reparo dos veículos, contribuindo diretamente para a redução de seus custos. A decisão pela compra através de fornecedores locais ou interestaduais tem total impacto no tempo de entrega da peça e seu custo de comercialização. O fornecimento de peça é um processo que apresenta diversos gap´s em sua cadeia de suprimentos. Diversos destes problemas ocorrem durante a compra de peças automotivas, desde a sua localização para aquisição até a logística de entrega, problemas estes que acabam por impactar no tempo de reparação veicular. Algumas montadoras de veículos que possuem operação nacional não possuem uma forma proativa de gestão desta cadeia de suprimentos, e desconhecem por muitas vezes os impactos negativos que isto traz ao atendimento ao cliente e imagem da marca. O trabalho retrata a importância da gestão da cadeia produtiva de compra e distribuição de peças e o impacto no processo de reparação veicular.  O objetivo do trabalho é avaliar a correlação entre as deficiências no processo de logística e compra de peças com o tempo de permanência do veículo na oficina. No primeiro artigo, realizou-se a investigação das formas de gestão da cadeia produtiva de compra e distribuição de auto-peças, além de propor uma forma de gestão que vise a redução no tempo de entrega da peça. No segundo artigo, realizou-se a investigação das formas de logística e os impactos no tempo de entrega de peças quando a compra do produto é feita de forma interestadual. 



Publicado
Nov 15, 2018
Como Citar
DE SOUZA, Alexandre Fulnazari; DA SILVA, Marcia Terra. SUPPLY CHAIN MANAGEMENT NO PROCESSO DE FORNECIMENTO DE PEÇAS PARA REPAROS DE AUTOMÓVEIS. South American Development Society Journal, [S.l.], v. 4, n. Esp01, p. 43, nov. 2018. ISSN 2446-5763. Disponível em: <http://www.sadsj.org/index.php/revista/article/view/176>. Acesso em: 14 dez. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.24325/issn.2446-5763.vespi1p43-62.