DIAGNÓSTICO ANTRÓPICO: IMPACTO AMBIENTAL NO TRECHO NORTE DO RODOANEL NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO, SP.

  • Luci Mendes de Melo Bonini Universidade de Mogi das Cruzes
  • Renata Jimenez de Almeida-Scabbia Universidade de Mogi das Cruzes
  • Marjorie Cristina Bernardino Cruz Universidade de Mogi das Cruzes
  • Paula Ferreira de Lima Universidade de Mogi das Cruzes

Resumo

Em 1995 iniciou-se a construção do Rodoanel Mário Covas, a obra foi dividida em quatro etapas (Sul, Norte, Leste e Oeste), sendo que em 2013 foi iniciada a edificação do trecho norte do empreendimento. O presente artigo analisa o diagnóstico antrópico no estudo de impacto ambiental no Trecho Norte na Região Metropolitana de São Paulo, que corresponde atualmente aos municípios de Arujá, Caieiras, Franco da Rocha, Guarulhos, Mairiporã e São Paulo (zona norte), mais especificamente para avaliar os métodos utilizados no diagnóstico da estrutura, dinâmica urbana e do uso e ocupação do solo nas áreas diretamente afetadas e de influência direta. Trata-se ainda, de uma pesquisa documental mista, descritiva e exploratória de corte transversal, onde serão analisados os dados disponibilizados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE e Desenvolvimento Rodoviário S/A - DERSA. Os resultados mostraram que os métodos utilizados para o diagnóstico antrópico foram adequados, uma vez que o adensamento habitacional apesar de crescente, está seguindo um processo esperado e é preocupante quanto sua relação com o meio ambiente e o entorno.


 

Publicado
Dez 9, 2020
Como Citar
BONINI, Luci Mendes de Melo et al. DIAGNÓSTICO ANTRÓPICO: IMPACTO AMBIENTAL NO TRECHO NORTE DO RODOANEL NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO, SP.. South American Development Society Journal, [S.l.], v. 6, n. 18, p. 82, dez. 2020. ISSN 2446-5763. Disponível em: <http://www.sadsj.org/index.php/revista/article/view/332>. Acesso em: 28 jan. 2021. doi: http://dx.doi.org/10.24325/issn.2446-5763.v6i18p82-100.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##