LIDERANÇAS LEGITIMADAS E CAPITAIS MOBILIZADOS NA HISTÓRIA DE VIDA DE GESTORES PÚBLICOS

  • Luccas Santin Padilha Padilha UNOESC
  • Darlan José Roman Universidade do oeste de Santa Catarina - Unoesc
  • Fernando Fantoni Bencke, dr Universidade do oeste de Santa Catarina - Unoesc

Resumo

A liderança, entendida como resultado da relação entre atores e seus diferentes contextos, tem amplo significado para o campo da gestão pública que se processa também por meio da atuação dos agentes políticos. Estes sentem-se compelidos a buscar a legitimação de sua liderança de maneira a garantir sua perenidade enquanto atores públicos. O objetivo geral deste estudo foi analisar como se dá a legitimação da liderança na história de vida de agentes políticos (prefeitos). A pesquisa foi qualitativa de caráter descritivo e analítico com uso de documentos e entrevistas, associados a técnica de história de vida com três prefeitos do estado de Santa Catarina premiados no Sistema de Indicadores de Desenvolvimento Municipal Sustentável (SIDEMS). Foi utilizada a técnica de Análise de Conteúdo (AC). Como achados da pesquisa destaca-se que a associação de teorias de Weber, Berguer e Luckmann e Bourdieu possibilita compreender a liderança sobre uma perspectiva relacional, analisando não somente o indivíduo, mas os contextos construídos socialmente. Acredita-se que seja possível desenvolver um conhecimento que integra e não que exclui e fragmenta, evitando, com isso, uma visão acrítica da Liderança.


Palavras-chave: Liderança. Gestão Pública. História de vida. Legitimação. Capitais.

Publicado
Ago 22, 2020
Como Citar
PADILHA, Luccas Santin Padilha; ROMAN, Darlan José; BENCKE, Fernando Fantoni. LIDERANÇAS LEGITIMADAS E CAPITAIS MOBILIZADOS NA HISTÓRIA DE VIDA DE GESTORES PÚBLICOS. South American Development Society Journal, [S.l.], v. 6, n. 17, p. 175, ago. 2020. ISSN 2446-5763. Disponível em: <http://www.sadsj.org/index.php/revista/article/view/326>. Acesso em: 24 set. 2020. doi: http://dx.doi.org/10.24325/issn.2446-5763.v6i17p175-210.