ASPECTOS GEOPOLÍTICOS E GEOESTRATÉGICOS DO SHALE GAS

  • Rhodiney Vaz Martins
  • Sinclair Mallet Guy Guerra
  • Alex Paubel Junger
  • Julio Francisco Blumetti Facó

Resumo

Os EUA praticamente dobraram a sua produção de gás natural na última década através do shale gas (MME, 2015). Levando o país a ser o maior produtor mundial de gás natural (BP, 2014). O crescimento da produção do gás natural nos EUA vem causando implicações na geopolítica e geoestratégias dos países importadores e exportadores de gás natural. Há dúvidas dessa chamada “revolução do shale gas”, gerando debate entre os especialistas em energia. Este artigo procura levantar esse debate energético entre os especialistas, mostrando assim as dúvidas que cercam a produção e reservas do shale gas dos EUA. Outro fator importante é ligado aos impactos na saúde e no meio ambiente, devido ao seu método de exploração, através do fraturamento hidráulico.  Os resultados mostram que há muita polêmica entre os especialistas, que o Brasil precisa abrir um grande debate energético na sociedade, antes do início de qualquer exploração do shale gas.

Publicado
Nov 21, 2017
Como Citar
MARTINS, Rhodiney Vaz et al. ASPECTOS GEOPOLÍTICOS E GEOESTRATÉGICOS DO SHALE GAS. South American Development Society Journal, [S.l.], v. 3, n. 09, p. 141, nov. 2017. ISSN 2446-5763. Disponível em: <http://www.sadsj.org/index.php/revista/article/view/111>. Acesso em: 20 jun. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.24325/issn.2446-5763.v3i9p141-154.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##