TI VERDE: ESTUDO DE CASO EM UMA INSTITUIÇÃO FINANCEIRA

  • Gabriela Regina Soares Fatec Catanduva
  • Julio Cesar Freschi

Resumo

São inegáveis os benefícios trazidos pelo desenvolvimento da Tecnologia da Informação e sua utilização crescente pela sociedade e organizações. Porém, frente ao uso exponencial da TI e seus equipamentos, deve-se considerar as implicações ambientais e suas consequências na preservação dos recursos naturais, principalmente para as gerações futuras. A preocupação com questões envolvendo problemas ambientais e seus efeitos desastrosos tornou-se cada vez mais frequente e nesse contexto surge o movimento da TI Verde. Suas iniciativas têm levado governantes, sociedades civis e organizações a propor diferentes medidas para a preservação do planeta e dos recursos ambientais. Dessa forma, este trabalho objetiva ressaltar os benefícios socioambientais e econômicos da implantação de técnicas de gestão consideradas sustentáveis. Além disso, a metodologia utilizada apresenta-se pela realização de um levantamento bibliográfico, a fim de embasar este estudo de caso – de caráter exploratório e descritivo – apresentando as ações desempenhadas por uma organização nacional do ramo financeiro no que tange às práticas de sustentabilidade.

Publicado
mai 9, 2022
Como Citar
SOARES, Gabriela Regina; FRESCHI, Julio Cesar. TI VERDE: ESTUDO DE CASO EM UMA INSTITUIÇÃO FINANCEIRA. South American Development Society Journal, [S.l.], v. 8, n. 22, p. 380, maio 2022. ISSN 2446-5763. Disponível em: <http://www.sadsj.org/index.php/revista/article/view/479>. Acesso em: 14 ago. 2022. doi: http://dx.doi.org/10.24325/issn.2446-5763.v8i22p380-394.