TEROTECNOLOGIA E TERMOGRAFIA PARA MONITORAR CONDIÇÕES OPERACIONAIS E A VIDA ÚTIL DE EMPILHADEIRAS EM TEMPO REAL

  • Alexandre José Rodrigues
  • Roque Antônio De Moura
  • Valter João De Sousa
  • Marco Rogério Silva Richetto
  • Messias Borges Silva

Resumo

A era digital tem catalisado os processos e protocolos que visam reduzir custos operacionais e logísticos por viabilizar o controle em tempo real de máquinas e veículos. Nesse sentido, a manutenção de veículos industriais como das empilhadeiras, busca-se extrair ao máximo a vida útil aumentando o tempo entre falhas. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho é divulgar o uso da terotecnologia no acompanhamento em tempo real das condições operacionais e vida útil de veículos industriais, as empilhadeiras. A terotecnologia tem suas premissas na manutenções preditiva e preventiva, afastando a ideia de correrias e interrupções durante operações, minimizando o emprego da manutenção corretiva não programada. A metodologia adotada conta com pesquisa bibliográfica na base Scopus e relato da aplicação da terotecnologia utilizando-se uma câmera termográfica da marca Fluke que é capaz de demonstrar um mapa de distribuição de cores, selecionando diferentes escalas de cores e as correlacionando com temperatura de trabalho. O resultado foi uma redução no tempo de verificação da empilhadeira e determinar um padrão de temperatura de trabalho, ou seja de 80 a 90 °C, após quatro horas de operação ininterruptas, a probabilidade entre ocorrências alta, baixa, inesperada e programada de manutenção corretiva. Conclui-se que é possível programar intervenções de manutenção e reduzir os riscos de uma manutenção corretiva não programada, o que é extremamente nociva para todo o sistema produtivo e atendimento aos prazos dos clientes.

Publicado
dez 22, 2022
Como Citar
RODRIGUES, Alexandre José et al. TEROTECNOLOGIA E TERMOGRAFIA PARA MONITORAR CONDIÇÕES OPERACIONAIS E A VIDA ÚTIL DE EMPILHADEIRAS EM TEMPO REAL. South American Development Society Journal, [S.l.], v. 8, n. 24, p. 20, dez. 2022. ISSN 2446-5763. Disponível em: <http://www.sadsj.org/index.php/revista/article/view/538>. Acesso em: 26 jan. 2023. doi: http://dx.doi.org/10.24325/issn.2446-5763.v8i24p20-35.