OS IMPACTOS DO PERIODO PANDÊMICO NOS INDICADORES DO ORÇAMENTO FAMILIAR

  • Viviane Dias Oliveira Faculdade de Tecnologia Osasco Prefeito Hirant Sanazar
  • Cristian Rodrigues Vasconcelos Faculdade de Tecnologia Osasco Prefeito Hirant Sanazar
  • Suelen de Jesus Santos Faculdade de Tecnologia Osasco Prefeito Hirant Sanazar
  • Fernando de Almeida Santos

Resumo

Pesquisou-se sobre os impactos do período pandêmico nos indicadores do orçamento familiar. Portanto este artigo tem por objetivo avaliar a porcentagem atingida pelo gasto com a cesta básica em comparação ao salário-mínimo de 2017 a 2021. Os objetivos específicos foram: verificar a evolução do salário, cesta e do dólar durante os anos, se houve uma piora durante a pandemia por meio do cálculo de correlação. A abordagem foi quantitativa, foram realizadas a coleta de dados, cálculos de variação e correlação. Os procedimentos utilizados foram de análise documental, de estatísticas do DIEESE; IBGE e o dólar diário. A média do valor da cesta básica de 2017 a 2019 foi de 47,37 %. Já de 2020 a 2021 média em p.p foi de 56,47 %. Na comparação das médias antes e durante a pandemia o aumento em p.p foi de aproximadamente 9,09%. De 2017 a 2019 a média de um salário necessário para atender boa parte das famílias seria de R$ 2.915,54. Enquanto que de 2020 a 2021 a média seria de R$ 4.065,95 quase o dobro comparado aos anos passados. O índice de correlação da cesta básica comparado ao salário-mínimo ficou em 0,9 bem próximo do 1 positivo levou a conclusão de que a associação é forte, na medida que o salário-mínimo aumentou o valor da cesta também aumentou. Para salário-mínimo x dólar foi de –0,8 significando que a associação é perfeita negativa à medida que o dólar aumenta o salário perde valor. Conclui-se que o período pandêmico foi difícil e impactou o orçamento familiar.

Publicado
set 3, 2022
Como Citar
OLIVEIRA, Viviane Dias et al. OS IMPACTOS DO PERIODO PANDÊMICO NOS INDICADORES DO ORÇAMENTO FAMILIAR. South American Development Society Journal, [S.l.], v. 8, n. 23, p. 120, set. 2022. ISSN 2446-5763. Disponível em: <https://www.sadsj.org/index.php/revista/article/view/507>. Acesso em: 26 jan. 2023. doi: http://dx.doi.org/10.24325/issn.2446-5763.v8i23p120-151.