O O SER HUMANO COMO FIM EM SI MESMO NA ÉTICA KANTIANA E A PROTEÇÃO DOS DADOS PESSOAIS

  • Danielle Fernandes Farias do Val Val Universidade Estácio de Sá

Resumo

O presente artigo busca analisar como os avanços da tecnologia da informação e, em especial, a mineração de dados pessoais apresentam desafios éticos diante de práticas violadoras de direitos fundamentais dos titulares de dados, e como a ética kantiana e a sua concepção de dignidade humana, na qual o ser humano é um fim em si mesmo e não um meio, poderia orientar os debates em tempos de um capitalismo de vigilância e um mundo movido a dados, e fornecer aos debates a profundidade necessária para que os indivíduos possam recuperar a noção de sua própria dignidade.

Publicado
dez 22, 2022
Como Citar
VAL, Danielle Fernandes Farias do Val. O O SER HUMANO COMO FIM EM SI MESMO NA ÉTICA KANTIANA E A PROTEÇÃO DOS DADOS PESSOAIS. South American Development Society Journal, [S.l.], v. 8, n. 24, p. 225, dez. 2022. ISSN 2446-5763. Disponível em: <http://www.sadsj.org/index.php/revista/article/view/528>. Acesso em: 26 jan. 2023. doi: http://dx.doi.org/10.24325/issn.2446-5763.v8i24p225-234.